Segunda-feira, Setembro 20, 2021

Operação Curupira: 2 ocorrências por dificultar regeneração natural em APP

Mais Falados

Paciente deixa a Santa Casa depois de 40 dias internada com Covid-19

Uma mulher de 35 anos, que ficou internada na Santa Casa de Misericórdia Dona Carolina Malheiros, durante 40 dias,...

João Doria aprova projeto para reuso de água do deputado estadual Marcos Damásio

Projeto de Damasio de reuso de água agora é lei A proposta do deputado estadual Marcos Damasio (PL) de que...

Time São João/Ginástica Artística da Prefeitura recebe placa em homenagem a professor

Neste sábado (18), completa um ano do falecimento do professor e treinador Sebastião Álvaro Galdino, profissional que brilhou no...
Rafael Arcuri
Rafael trabalha na redação do Fala São João desde sua fundação em 2012. Nos anos seguintes, ele liderou o setor de marketing da empresa e publicou mais de 4.000 artigos — um mix de notícias de última hora, notícias policiais, notícias políticas e muito mais.

Nesta sexta-feira, 16 de julho, os Cabos Vanderlei e Elias, ambos da Polícia Ambiental, sob o comando do Tenente Ivo, em decorrência da “Operação Curupira”, vistoriaram e multaram duas propriedades em São João da Boa Vista ao constatarem ações de seus proprietários que dificultam a regeneração natural em Áreas de Proteção Ambiental (APP).

As duas ocorrências foram constatas na zona rural durante atendimento de RIT (Relatório de Informações Técnicas).Na primeira delas, os Cabos Vanderlei e Elias constaram a construção de tanque artificial sem necessária autorização em área correspondente à 1,16 hectare. Em decorrência deste fato foi lavrado o Auto de Infração Ambiental por violação do artigo 48 da Resolução SIMA-005/21, sem prejuízo da responsabilidade penal.

A área objeto da autuação permanece embargada até a deliberação do atendimento. O valor da multa foi de 5.800,00. Na outra propriedade rural, os Cabos Vanderlei e Elias constataram a construção de tanque artificial em área APP de cerca de R$ 2.900,00, sem prejuízo da responsabilidade penal nos termos da lei em vigor.

A área objeto da autuação permanece embargada até a deliberação do atendimento ambiental.(Fotos Polícia Ambienta

- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Últimas Notícias

Paciente deixa a Santa Casa depois de 40 dias internada com Covid-19

Uma mulher de 35 anos, que ficou internada na Santa Casa de Misericórdia Dona Carolina Malheiros, durante 40 dias,...
- Advertisement -

Artigos Relacionados

- Advertisement -