Sábado, Fevereiro 24, 2024

Departamento de Cultura economiza R$ 10 mil com sistema de câmeras e monitoramento com equipamentos de descarte

Mais Falados

Guia Comercial

Rafael Arcuri
Rafael Arcuri
Rafael trabalha na redação do Fala São João desde sua fundação em 2012. Nos anos seguintes, ele liderou o setor de marketing da empresa e publicou mais de 4.000 artigos — um mix de notícias de última hora, notícias policiais, notícias políticas e muito mais.

O Departamento de Cultura da Prefeitura de São João da Boa Vista instalou na Cidade das Artes um sistema de câmeras e monitoramento para a segurança do local, tudo com material reciclado e de descarte.

A ideia surgiu a partir de uma releitura do projeto do diretor de Cultura, João Guilherme Pellegrini, em montar uma estrutura própria para a transmissão de lives e gravação de espetáculos do Departamento.

Juntando cabos de rede que estavam parados no Theatro Municipal, alguns conectores de DVD’s antigos que estavam em um barracão locado pela Prefeitura (prestes a serem descartados), duas câmeras trazidas pelo servidor Lucas Queiroz, além da compra de mais duas, o projeto teve um custo aproximado de R$ 120,00, arrecadados em vaquinha pelos próprios funcionários do Departamento, curiosos em ver o funcionamento do sistema.

Com isso foi montado um sistema de vídeo-monitoramento, que agora opera 24 horas por dia. O local já necessitava deste serviço desde sua reinauguração, como observa Lucas. “A importância desse sistema se faz necessária. Um exemplo aconteceu no último domingo, onde algumas crianças ficaram pulando nas grades da parte de trás do barracão. Com o sistema instalado foi possível acionar a polícia sem correr o risco de abordar alguém sozinho. Como é um lugar muito grande, fazer a ronda, principalmente à noite, é muito arriscado. Por isso as câmeras ajudam nessa questão”, destaca.

O grande impedimento para a instalação era o alto custo da contratação do serviço, orçado em torno de R$ 10 mil, agora economizados para os cofres públicos.

Porém, ainda é necessário a ampliação desse sistema, com mais câmeras. “Como as placas têm de ser desconectadas para serem usadas nas lives, a partir da compra das que possam ficar fixas será possível ter o monitoramento total de oito câmeras, das quais quatro ainda precisam ser adquiridas”, finaliza Lucas.

- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Últimas Notícias

Desvio de energia em São João da Boa Vista em 2023 é suficiente para abastecer Águas da Prata por 5 dias

Além de ser ilegal, as ligações clandestinas podem resultar em acidentes, incêndios, sobrecargas e interrupções no fornecimento de energia. A...
- Advertisement -

Artigos Relacionados

- Advertisement -