Quinta-feira, Maio 30, 2024

Polícia Militar e Polícia Ambiental apreendem Palmito em Águas da Prata

Mais Falados

Guia Comercial

Rafael Arcuri
Rafael Arcuri
Rafael trabalha na redação do Fala São João desde sua fundação em 2012. Nos anos seguintes, ele liderou o setor de marketing da empresa e publicou mais de 4.000 artigos — um mix de notícias de última hora, notícias policiais, notícias políticas e muito mais.

No feriado de Finados, motociclistas que faziam trilha pela estrada rural que dá acesso ao Pico do Gavião, na vizinha Águas da Prata, surpreenderam “palmiteiros” furtando palmitos no interior de uma mata de vegetação nativa.

A PM foi acionada e avisou sobre a ocorrência a Polícia Ambiental.

O grupo que furtava palmito “in natura” fugiu se embrenhando pela mata, deixando no local onde estavam acampados cerca de 30 sacos de nylon contendo 40 unidades de palmito Juçara cada, totalizando 1200 unidades.

Diligências foram realizadas na mata, mas os infratores conseguiram fugir.

Em seguida a polícia desfez as barracas construídas para abrigar o grupo que furtava o palmito. A ocorrência foi apresentada na delegacia de polícia de Águas da Prata pelos Cabos De Melo, Peluque e PM Elias, da Polícia Ambiental.

Os palmitos foram apreendidos e depositados ao responsável pela fazenda onde os fatos aconteceram, devido a falta de meios para transporte e local adequado para armazenamento.

Na quarta-feira, 3 de novembro, novas equipes da Polícia Ambiental retornaram ao local realizando diligências e incursões a pé pela mata, com o objetivo de identificar os infratores, logrando êxito em localizar o total de 562 unidades de palmito Juçara “in natura”, pesando 810 Kg, possivelmente deixados para trás durante a fuga ocorrida no dia anterior.

Embora não tenha sido possível identificar os autores diretos do ocorrido, coube imputar responsabilidade à pessoa cuja identidade mantêm-se em sigilo a fim de não se prejudicar investigações policiais em andamento.

Assim, foi lavrado o auto de infração ambiental na modalidade de multa simples no valora de R$ 421.500,00 nos termos de lei em vigor.

O Palmito apreendido foi apresentado na delegacia de polícia de Águas da Prata onde permaneceu depositado até o término do inquérito policial.

- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Últimas Notícias

Abertas as Inscrições para Rainha da Eapic

Abertas as Inscrições para Rainha da Eapic As inscrições para o concurso de escolha da Rainha, Princesa e Madrinha da...
- Advertisement -

Artigos Relacionados

- Advertisement -