Quarta-feira, Junho 29, 2022

Dois empresários foram presos em flagrante por maus tratos de animais

Mais Falados

Unidade Básica de Saúde da Vila 1º de Maio é inaugurada

A Unidade Básica de Saúde da Vila 1º de Maio foi inaugurada na manhã de hoje (23), com muita...

Desfile em comemoração aos 198 anos de São João homenageia os profissionais da saúde

Na última sexta-feira, dia 24, São João da Boa Vista comemorou os 198 anos da sua fundação, e neste...

Hoje terça-feira (28) São João da Boa Vista terá debate sobre saúde e educação na Câmara dos Vereadores

A Câmara Municipal de São João da Boa Vista realizará nesta terça-feira, 28/06/2022, duas reuniões públicas para debater assuntos...
Carmela Palhareshttp://www.gazetanoar.com.br/website/
Carmela Palhares é jornalista e dirige a tradicional Gazeta de São João. Carmela oferece contribuições ao Portal Fala São João em forma de matérias e comentários políticos, principalmente sobre São João da Boa Vista e região.

Os fatos ocorreram no município de Mococa, na Rua Albino Alves de Souza, Bairro Distrito Industrial, na segunda-feira, dia 30 de maio. O Sargento Guimarães e o Cabo Rodrigo, ambos da Polícia Ambiental, foram até o endereço citado numa denúncia sobre maus tratos a um animal que estaria no interior de uma empresa, e lá encontraram um cachorro sem raça definida, porte médio, malhado , que estava deitado diretamente ao solo, muito debilitado, sem forças e condições de se alimentar e de saciar sua sede, com magreza excessiva.


Os policiais relataram que era possível verificar a olho nu o corpo esquelético do animal que estar sem qualquer cuidado, configurando assim “cenário patente de maus tratos mediante a omissão dos responsáveis pelo animal (dois donos da empresa)”.


A equipe da Polícia Ambiental acionou um médico veterinário para corroboração do cenário e atendimento ao animal o qual foi diagnosticado com a doença “cinomose” em estágio avançado.


Os dois empresários foram multados pela PMAmb na seara administrativa por violação do artigo 29 da Resolução SIMA 005/21 (dois autos de R$ 3.000,00 para cada), e na seara penal foram autuados em flagrante delito pela Delegada de Plantão nos termos do artigo 32 da Lei Federal 9605/98 (§ 1-A) que dispõe sobre a pena de maus tratos em se tratando de cão ou gato que será de reclusão de 2 (dois) a 5 (cinco) anos.

Foto do animal sendo resgatado/Polícia Ambiental.

- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Últimas Notícias

Unidade Básica de Saúde da Vila 1º de Maio é inaugurada

A Unidade Básica de Saúde da Vila 1º de Maio foi inaugurada na manhã de hoje (23), com muita...
- Advertisement -

Artigos Relacionados

- Advertisement -