Sábado, Julho 20, 2024

Após Persistirem os Sintomas de Dor de Cabeça, Jovem Atropelada Faz Novos Exames e Descobre Fratura no Crânio; Prefeitura Acompanha Caso

Mais Falados

Guia Comercial

Rafael Arcuri
Rafael Arcuri
Rafael trabalha na redação do Fala São João desde sua fundação em 2012. Nos anos seguintes, ele liderou o setor de marketing da empresa e publicou mais de 4.000 artigos — um mix de notícias de última hora, notícias policiais, notícias políticas e muito mais.

Atendimento Inicial e Acidente

Na última segunda-feira (17), em São João da Boa Vista (SP), a jovem Eduarda Maltempe, de 18 anos, foi vítima de um atropelamento enquanto atravessava a faixa de pedestres na Avenida Dr. Durval Nicolau. Uma câmera de segurança registrou o momento em que ela foi atingida por um carro e arremessada vários metros à frente, resultando em um acidente impactante e preocupante.

Após o incidente, Eduarda foi encaminhada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) local, onde foi submetida a exames de imagem e recebeu atendimento inicial. De acordo com a prefeitura, a jovem foi medicada, recebeu pontos na testa devido a um corte e permaneceu em observação por cerca de 9 horas antes de ser liberada para casa, sem apresentar problemas adicionais naquele momento.

Diagnóstico Posterior e Sintomas Persistentes

Dois dias após o acidente, na quarta-feira (19), Eduarda começou a sentir intensas dores de cabeça, o que levou sua família a buscar atendimento médico na Santa Casa de São João da Boa Vista. Foi então que, através de uma tomografia, foi descoberta uma fratura no crânio, não identificada nos exames iniciais realizados na UPA.

Lucas Maltempe, irmão de Eduarda, relatou a preocupação com a saúde da jovem e a frustração com o diagnóstico tardio: “Minha irmã foi encaminhada para a UPA, fizeram um raio-X e não identificaram nenhuma fratura. Deram pontos na testa dela por causa de um corte, ela ficou em observação por umas 10 horas e deram alta com alguns medicamentos pra tomar em casa. Agora, espero que dê tudo certo com a recuperação e que a demora para descobrir com exatidão os danos não prejudique a recuperação e nem deixe sequelas.”

Resposta da Prefeitura

Procurada para esclarecer o atendimento prestado na UPA, a prefeitura de São João da Boa Vista informou, por meio da EPTV, afiliada da TV Globo, que Eduarda foi devidamente atendida no dia do acidente. Os exames iniciais, incluindo um raio-X, não revelaram fraturas evidentes, o que levou à sua alta após a observação de 9 horas. No entanto, a prefeitura reconheceu que fraturas discretas podem não ser detectadas de imediato em acidentes dessa natureza.

Com informações do G1 (O Portal de Notícias da Globo).

Quando Eduarda voltou a apresentar sintomas e dores de cabeça dois dias depois, novos exames mais detalhados na Santa Casa identificaram a fissura no crânio. A prefeitura reiterou seu compromisso com o atendimento de qualidade e destacou a importância de seguir todos os protocolos médicos, inclusive a reavaliação em casos de persistência ou agravamento dos sintomas.

- Advertisement -
- Advertisement -

Últimas Notícias

Sub 21 do Reio/Time São João representará São João da Boa Vista nos Jogos Regionais

A equipe sub 21 do Reio/Time São João representará São João da Boa Vista na 66ª edição dos Jogos...
- Advertisement -

Artigos Relacionados

- Advertisement -