Sábado, Julho 20, 2024

A Internação de Abraão, Pai de Gêmeos Prematuros, Morador de Rua e Dono de 15 Cães

Mais Falados

Guia Comercial

Rafael Arcuri
Rafael Arcuri
Rafael trabalha na redação do Fala São João desde sua fundação em 2012. Nos anos seguintes, ele liderou o setor de marketing da empresa e publicou mais de 4.000 artigos — um mix de notícias de última hora, notícias policiais, notícias políticas e muito mais.

Vida nas Ruas: A Jornada de Abraão

Wilker Abraão, um homem de 36 anos, é uma presença marcante na comunidade local, sendo conhecido por sua vida nas ruas. Ao longo dos anos, ele se tornou uma figura polêmica, compartilhando as ruas de São João da Boa Vista com uma companhia peculiar de 15 cães e 2 gatos.

No entanto, sua presença teve gerado controvérsias e preocupações entre os moradores locais. Abraão tem um histórico de dependência química, tendo sido internado em clínicas de reabilitação pela primeira vez em 2006, passando por 5 internações subsequentes. Infelizmente, foi expulso de três clínicas. Além disso, teve dois encontros com a justiça, sendo preso 2 vezes por tráfico de drogas.

Há oito anos, Abraão conheceu a mãe de seus gêmeos no centro de apoio psicossocial (CAPS), e após um período, mudaram-se para viver com sua mãe. No entanto, há quatro anos, decidiram deixar a mãe e fugir para São Tomé das Letras, onde acabou vivendo nas ruas.

Eles se separaram quando ela estava grávida, ele passou a viver com cães na rua. Ela foi acolhida pela família dele e levada para UNJICAMP onde diante da gravidez de risco teve um casal de gêmeos prematuros.

Problemas causados pela presença de 15 cães soltos nas ruas de São João da Boa Vista:

A presença dos animais de Abraão nas ruas de São João da Boa Vista trouxe consigo uma série de problemas. Incidentes em que os cães morderam pessoas no bairro de São Benedito e no Centro da cidade, e deixaram fezes pelas calçadas tornaram-se uma ocorrência comum, deixando a população local incomodada e preocupada com sua segurança.

Os cães já foram vistos até tomando banho na fonte do chafariz da Praça Governador Armando Salles, conhecida como Praça da Catedral.

Intervenção e Internação: A Resposta da Assistência Social e da Família:

Abraão teve, através da assistência social, a oportunidade de morar em um sítio com os animais, em prol da causa animal, e como uma nova chance para reconstruir seu caminho, mas também não deu certo, e ele acabou voltando às ruas.

Diante do contínuo declínio de Abraão, sua condição tornou-se um fardo tanto para a comunidade quanto para sua própria família. Após inúmeras tentativas infrutíferas de oferecer-lhe suporte e assistência, inclusive proporcionando moradia e acompanhamento constante, foi determinado que a única solução viável seria sua internação mais uma vez.

Os registros médicos fornecidos pela família remontam a 2012, comprovando diagnósticos de transtornos mentais, assim como episódios de convulsões parciais complexas, resultado do abuso de substâncias e de problemas psiquiátricos não tratados. Ademais, medidas legais de medida protetiva foram tomadas pela mãe de Abraão devido a ameaças feitas por ele, sublinhando a gravidade e urgência da situação.

Embora seja lamentável, é inegável que a condição de Abraão atingiu um ponto crítico que exige intervenção profissional e cuidados especializados.

O Dia da Internação:

Os incidentes envolvendo os cães de Abraão atingiram um ponto crítico quando um dos animais atacou um policial durante a intervenção judicial para internação de Abraão. A internação psiquiátrica, respaldada por uma decisão judicial e relatórios médicos que confirmaram a necessidade de cuidados intensivos.

O Desapontamento da Família:

Recentemente, a família de Abraão enfrentou um desapontamento profundo em relação a certos meios de comunicação que inflamaram sua situação já delicada. Entre os exemplos mais marcantes está a organização de um protesto contraditório aos laudos médicos, realizado durante a campanha de doação de ração para a causa animal, promovida pela prefeitura. Além disso, programas jornalísticos distorceram a verdade, expondo os problemas da família de maneira sensacionalista e exacerbando sua dificuldade em lidar com eles, fazendo politicagem durante o ano de eleição.

Em meio a esses eventos lamentáveis, a família de Abraão expressou sua frustração com a politização do caso em pleno ano eleitoral. Eles estão em busca de medidas legais para lidar com essa situação, enquanto enfrentam desafios para garantir o melhor para Abraão e seus filhos. Como parte desse compromisso, os cães foram encaminhados para uma ONG, onde encontraram novos lares, demonstrando a prioridade da família com o bem-estar dos animais, mesmo em meio a circunstâncias tão difíceis.

O Caminho a Seguir para Abraão:

Enquanto Abraão permanece internado, sua história serve como um lembrete dos desafios enfrentados por muitos indivíduos em situações semelhantes. Sua jornada reflete a complexidade das questões relacionadas à saúde mental, dependência química e apoio social, destacando a necessidade de compaixão e recursos adequados para aqueles que lutam para encontrar seu caminho de volta à estabilidade e ao bem-estar na sociedade.

- Advertisement -
- Advertisement -

Últimas Notícias

São João da Boa Vista Conquista Ouro na Estreia dos 66º Jogos Regionais em Bragança Paulista

As primeiras partidas dos 66º Jogos Regionais do Estado de São Paulo, que este ano estão sendo realizados em...
- Advertisement -

Artigos Relacionados

- Advertisement -