Quinta-feira, Fevereiro 29, 2024

Livro fotográfico com histórias de diversas cidades é recuperado da lixeira e entregue na Pagu

Mais Falados

Guia Comercial

Rafael Arcuri
Rafael Arcuri
Rafael trabalha na redação do Fala São João desde sua fundação em 2012. Nos anos seguintes, ele liderou o setor de marketing da empresa e publicou mais de 4.000 artigos — um mix de notícias de última hora, notícias policiais, notícias políticas e muito mais.

O Departamento de Cultura teve uma grande surpresa, nesta semana, com a entrega do livro fotográfico “Tríade Leste Paulista”, no Centro Cultural Pagu. Porém, o que chama a atenção é que o livro foi encontrado em uma lixeira por Francisco Magalhaes Matias, um garoto de apenas 8 anos.

“Eu estava descendo a rua de casa e achei ele na lixeira. Peguei e mostrei para minha vó e para minha mãe. Eu gostei do livro e fiquei com ele. Depois pedi para meu avô levar na Pagu, para ver se não era roubado”, comenta Francisco.

O livro em questão foi lançado pelo fotojornalista Nilton Queiroz e pelo jornalista aguaiano Carlos Eduardo Sgnoretti, o Cadu, com a colaboração do fotógrafo Gustavo Guarnieri, que conta com fotos das riquezas naturais e dos principais pontos turísticos de São João da Boa Vista, Aguaí e Águas da Prata.

Apresentando Aguaí como ‘Os campos verdejantes’, São João como ‘Os Crepúsculos Maravilhosos’ e Águas da Prata como ‘A Rainha das Águas’, todas as imagens contém ainda o contexto histórico das referidas cidades.

Em uma rápida cerimônia, Francisco recebeu um Certificado de Reconhecimento por zelar e cuidar do patrimônio do arquivo histórico cultural de São João da Boa Vista, certificado esse assinado pelo diretor do Departamento de Cultura, Tarcisio Munhoz, e pela técnica responsável pelo Arquivo Histórico “Matildes Rezende Lopes Salomão”, Maria da Gloria Medeiros Silva.

Francisco, após receber o certificado, comentou como gostaria de ter guardado o livro com ele. “Eu queria ter o livro sempre comigo, mas agora mais pessoas vão poder ver também”.

Maria da Gloria comentou como repassou esse feito para os gestores do Departamento, que prontamente trataram este acontecimento como algo precioso e de grande interesse. “Pelo reconhecimento da atitude desta criança, como um exemplo a ser seguido por outras pessoas, Francisco foi contemplado pelo Diretor de Cultura com um certificado, que certamente o tornará um cidadão sensível e consciente da importância das suas raízes e a preservação da história”.

Para Tarcísio, a ação de uma criança como Francisco é de extrema importância. “Enxergar na pureza de uma criança como Francisco a importância que se dá à valorização histórica cultural do município é algo que nos motiva e instiga a contribuir na promoção do desenvolvimento cultural de São João da Boa Vista”, comenta.

“Ouvir Francisco falar dessa atitude heroica que ele teve me emocionou inteiramente. Desde encontrar essa obra importantíssima e guardar, até a questão do pensamento de que o livro não merecia ir para descarte, e que mais pessoas poderiam ter acesso ao conteúdo histórico dessa obra, é algo que me emocionou demais e nos motiva a seguir o caminho que estamos traçando no Departamento de Cultura”, finaliza Tarcisio.

- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Últimas Notícias

Mulher morre após fritar ovo e sofrer queimaduras graves no interior de SP: Incidente traz alerta sobre segurança na cozinha

Mulher sofre queimaduras graves e falece após incidente na cozinha, no interior de São Paulo. Rio Claro, São Paulo -...
- Advertisement -

Artigos Relacionados

- Advertisement -