Sábado, Fevereiro 24, 2024

O Acervo mais completo para lembrar a revolução de 1932 está no centro da cidade de São Paulo

Mais Falados

Guia Comercial

Rafael Arcuri
Rafael Arcuri
Rafael trabalha na redação do Fala São João desde sua fundação em 2012. Nos anos seguintes, ele liderou o setor de marketing da empresa e publicou mais de 4.000 artigos — um mix de notícias de última hora, notícias policiais, notícias políticas e muito mais.

O mais completo acervo sobre a Revolução Constitucionalista de 1932 é mantido pela Associação dos Funcionários Públicos do Estado de São Paulo (AFPESP), por meio de sua Coordenadoria de Educação e Cultura.

Trata-se da Galeria Jorge Mancini, fundador e presidente da Associação dos Ex-Combatentes de São Paulo. Ele e mais cinco irmãos alistaram-se voluntariamente no Exército Constitucionalista. Ainda em vida, doou a maioria das peças históricas, movido pela intenção, segundo externou, de “perpetuar o ideal democrático que inspirou o movimento”.A história da Revolução de 1932 pode ser bem conhecida na visita à exposição permanente da Galeria Jorge Mancini.

AFPESP, localizada à rua Venceslau Brás, 206, centro de São Paulo – SP.

São numerosos os documentos, peças e materiais diversos sobre o movimento paulista contra o governo ditatorial de Getúlio Vargas e em defesa da convocação de uma Assembleia Nacional Constituinte. As pessoas também podem fazer doações ao acervo, caso tenham algo interessante sobre o fato histórico, bastando fazer contato pelo e-mail cultura@afpesp.org.br.

O espaço localiza-se na unidade da AFPESP, à rua Venceslau Brás, 206, no centro da cidade de São Paulo.

Hosaná Dantas, gerente de educação e cultura da AFPESP lembra que a revolução foi derrotada nos campos de batalha, mas reconduziu o Brasil à democracia, à época. “Trata-se de um episódio relevante de respeito e defesa do Estado de Direito e das prerrogativas da cidadania”, afirma, informando: Neste período de pandemia, as visitas podem ser realizada de segunda à sexta-feira, das 9h às 16h.

Caso alguém precise de monitoria específica no momento da visitação, pode informar a recepção e, havendo disponibilidade, um profissional da associação faz o acompanhamento adequado.

O horário normal de visitação é de segunda a sexta-feira das 9h às 16h.

- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Últimas Notícias

Desvio de energia em São João da Boa Vista em 2023 é suficiente para abastecer Águas da Prata por 5 dias

Além de ser ilegal, as ligações clandestinas podem resultar em acidentes, incêndios, sobrecargas e interrupções no fornecimento de energia. A...
- Advertisement -

Artigos Relacionados

- Advertisement -