Sexta-feira, Fevereiro 23, 2024

“Não me perturbe” ultrapassa 10 milhões de linhas registradas; veja como se cadastrar

Mais Falados

Guia Comercial

Rafael Arcuri
Rafael Arcuri
Rafael trabalha na redação do Fala São João desde sua fundação em 2012. Nos anos seguintes, ele liderou o setor de marketing da empresa e publicou mais de 4.000 artigos — um mix de notícias de última hora, notícias policiais, notícias políticas e muito mais.

“Não me perturbe” ultrapassa 10 milhões de linhas registradas; veja como se

Segundo a Conexis Brasil Digital, que representa as operadoras do setor de telecomunicações do país, a plataforma “Não me perturbe” superou, nesta sexta-feira (8), a marca de 10 milhões de telefones cadastrados.

A maioria dos pedidos de bloqueios, conforme o levantamento, partiu de São Paulo. Sozinho, o estado possui quase a metade dos números cadastrados na plataforma em todo país, são 4,8 milhões.

O segundo lugar no ranking ficou com o Paraná (885,6 mil números). Minas Gerais veio logo em seguida, com 885,6 mil números registrados.

Até o momento, o total responde por uma fatia de 3,5% dos quase 285 milhões de linhas fixas e móveis registradas em todo o Brasil.

Como funciona o “Não me perturbe”?

A ferramenta foi criada em 2019 com o apoio da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) para conter a prática de ‘assédio comercial’, que ocorre especialmente por ofertas insistentes de bancos e empresas que operam no setor de telecomunicações.

De acordo com as regras do programa, quem descumprir o bloqueio, ou seja, continuar tentando contatar o consumidor, pode receber advertências e até multas pesadas, que podem chegar a R$ 50 milhões.

- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Últimas Notícias

Desvio de energia em São João da Boa Vista em 2023 é suficiente para abastecer Águas da Prata por 5 dias

Além de ser ilegal, as ligações clandestinas podem resultar em acidentes, incêndios, sobrecargas e interrupções no fornecimento de energia. A...
- Advertisement -

Artigos Relacionados

- Advertisement -